SOBRE ARTE, FOTOGRAFIA E PESSOAS

Outro dia estive no Museu de Arte do Rio Grande do Sul, o MARGS, e li uma frase do Ferreira Gullar que deu sentido ao que penso sobre arte. "A arte existe porque a vida não basta". Ele diz também que a arte causa espanto, confesso pra vocês que demorei muito na minha vida pra sentir isso. Eu era aquela pessoa que queria passar longe de museus, achava tudo relacionado a esse assunto chato.

Vocês podem achar que as coisas mudaram quando comecei a estudar fotografia, mas estive pensando e acho que as coisas mudaram quando decidi ir morar fora. Comecei a entender que a arte me emociona porque quem faz arte ou quem gosta quer sentir algo além do óbvio, quer ver beleza aonde a maioria das pessoas passa reto. A minha vontade de morar fora, meu gosto pela fotografia e por arte nada mais é do que uma procura pelo que a rotina não vai me dar. E que sensação maravilhosa é encontrar pessoas que entendem esse meu sentimento.

Acabei de voltar de Nova York e encontrei no MET (Metropolitan Museum of Art) a minha obra preferida. Sério, fiquei chocada. Se pensar em fazer uma fotografia com uma câmera digital já não é algo simples, imagina ter que tirar do zero da sua mente toda essa percepção de luz, de expressão, de olhar, de cor. A obra abaixo é da artista francesa Marie Denise Villers, do ano de 1801, fico imaginando como a artista deve ter sido uma pessoa maravilhosa, só por conseguir enxergar e reproduzir uma imagem tão linda.

Marie Joséphine Charlotte du Val d'Ognes

Na volta da viagem parei em Bogotá e é claro que fui visitar o Museo Botero, no meio do bairro mais bonito da cidade. Ali encontrei várias obras do Fernando Botero e de artistas internacionais. Ele é genial, suas principais obras são pessoas obesas de alma leve, dá vontade de ser amiga dele só pelo humor das pinturas. Mais um exemplo de como conseguimos ver como alguém é incrível só pela sua percepção de arte.

El Estudio, 2000

Mas e o que a fotografia tem a ver como tudo isso? A arte tem me ensinado que para um fotógrafo fazer uma boa foto, é preciso saber quem ele é, é preciso saber como colocar a sua personalidade lá para que a foto tenha alma. Enquanto pensarmos que a foto é só técnica e só trabalho, dificilmente conseguiremos tocar as pessoas. Por um mundo com mais fotógrafos que mostrem suas almas nas suas fotos!

Já que estamos falando de arte, não posso ignorar a recente polêmica do "Queermuseu - Cartografias da Diferença na Arte Brasileira", apresentada no Santander Cultural. Acho pobre de espírito a atitude de querer fechar a exposição, acho também pobre de espírito arte que choca por querer chocar e não por ter talento ali suficiente para chocar. Eu adoraria ter visto menos briga e mais argumentos inteligentes dos dois lados pra levantar discussões que poderiam ser muito construtivas, mais um episódio do Brasil polarizado que estamos vivendo.

Queria passar pra vocês que sinto que arte não é sobre algo material, arte é sobre pessoas, é sobre querer ver além do óbvio. Deixo aqui por último um vídeo maravilhoso do Jim Carrey falando sobre arte. Abraço!

 

VOLTAR PARA O BLOG

Envie sua mensagem

Solicite seu orçamento para saber os valores do ensaio fotográfico desejado e outras informações sobre o meu trabalho.

Obrigado! Em breve entrarei em contato com você.
Oops! Something went wrong while submitting the form